terça-feira, 29 de julho de 2014

Para se inspirar...






















A roda do Ano


Estou recebendo um retorno incrivelmente lindo de vocês em relação às postagens místicas. Mal comecei a postar e surgiram vários pedidos de mais posts com assuntos mágicos, por isso hoje vim atender mais um, de uma leitora que me pediu pela página do blog no Facebook, então, vamos saber como funciona e oque é a Roda do Ano?

A Roda do Ano é o calendário que simboliza a concepção de tempo dos pagãos e principalmente a dos Celtas. Eles não viam o tempo de forma linear, mas circular.  Seus calendários levavam em conta não só o ciclo solar, mas também o ciclo lunar. Originários da tradição celta, os Sabbats ocorrem oito vezes ao ano, levando-se em conta a posição da Terra com relação ao Sol: Equinócios e Solstícios. Já na Wicca, são homenageadas duas divindades: a Deusa Mãe, ou simplesmente a "Deusa", que simboliza a própria terra, e o Deus Cornífero. Como qualquer Religião a Wicca possui festivais. Com a diferença que na Wicca, estão ligados á “A Roda do Ano”, uma representação a nível cosmológico das crenças em um ciclo de nascimento, vida, morte e renascimento. Estas festividades estão também ligadas ao ciclo das colheitas, as fases da Lua e as estações do ano.

Há diferença nas datas dos festivais no Hemisfério Sul e no Norte, separei as datas que correspondem ao nosso hemisfério com uma breve explicação de cada uma:

SAMHAIN - 30 de ABRIL

















O Festival do retorno da Morte, os portões dos mundos se abrem e a Deusa transforma-se na Velha Sábia, a Senhora do Caldeirão, e o Deus é o Rei da Morte que guia as almas perdidas através dos dias escuros de Inverno.

YULE - 21 de JUNHO

















A escuridão reina como se estivéssemos no caldeirão da Deusa. Assim, o Rei das sombras transforma-se na Criança da Promessa, o Filho do sol, que deverá nascer para restaurar a Natureza.

CANDLEMAS/IMBOLC - 1 de AGOSTO

















A luz cresce, o Deus nascido em Yule se manifesta com todo seu vigor, e a Criança da Promessa cresce com a vitalidade e é festejada, pois os dias tornam-se visivelmente mais longos e renova-se a esperança.

OSTARA - 21 de SETEMBRO

















Luz e sombras são equilibradas. A luz da vida se eleva e o Deus quebra as correntes do inverno. A Deusa é a Virgem e o Deus renascido é jovem e vigoroso. O amor sagrado da Deusa e do Deus é a promessa do crescimento e da fertilidade.

BELTANE - 31 de OUTUBRO

















 A  Deusa se transforma em um lindo Cervo Branco e o jovem Deus é o Caçador alado. Ao ser perseguida pela floresta, o Cervo Branco se transforma em uma linda mulher, e assim Eles se unem e a sua paixão sustenta o mundo.

LITHA - 21 de DEZEMBRO

 















A  Deusa é a Rainha do Verão e o Deus, um homem de extrema força e virilidade. O Sol começa a minguar e o Deus começa a seguir rumo ao País de Verão. A Deusa é pura satisfação e demonstra isso através das folhas verdes e das lindas flores do verão.

LAMMAS - 2 de FEVEREIRO

















A  Deusa dá a luz e o Deus novamente morre pela Deusa. A Deusa precisa de sua energia de vida para que a vida possa crescer e prosseguir. O Deus se sacrifica para que a humanidade seja nutrida, mas através do grão Ele renasce. No ápice de sua abundância, ele retira através Dela.

MABOM - 21 de MARÇO
          
















 As luzes e as trevas se equilibram novamente; porém o Sol começa a minguar mais rapidamente. O Deus torna-se então o Ancião, o Senhor das Sombras.

Estamos muito próximos do festival Candlemas ou também chamado de Imbolc que acontece no dia 1° de agosto, abaixo algumas dicas de como festejá-lo e se preparar para receber essa fase festiva:













Este Sabá é dedicado à Deusa Brigit, Senhora da Poesia, da Inspiração, da cura , da escrita , da Metalurgia, das Artes marciais e do fogo .Nesta noite, as bruxas colocam velas cor de laranja ao redor do círculo, e uma vela acesa dentro do Caldeirão.
Um símbolo da estação, como uma representação de um floco de neve, uma flor branca ou talvez um pouco de neve num recipiente de cristal , pode ser depositado no altar. Uma vela laranja, ungida com Óleo de almíscar, canela , olíbano ou Alecrim , ainda por acender, também deve estar presente.
















ERVAS TÍPICAS DO CANDLEMAS
Angélica, Manjericão, Louro, Benjoim, Urze, Mirra e Flores amarelas.






















COMIDAS TÍPICAS DO CANDLEMAS
Laticínios, Creme azedo, Comidas condimentadas e encorpadas, Pratos com pimenta, curry, cebolas, cebolinha ou alho-poró, pratos com passas e um vinho bem forte.

Que todos nós tenhamos um Sabá mágico e muito lindo, independente se a forma como festejarmos seja simples, nosso intenção sempre será muito bem aceita, Blessed Be!

Do preto azulado ao loiro


Oi gurias, esse é outro pedido de postagem, uma leitora pediu para contar como foi o processo para tirar a tinta preta do cabelo e eu vim aqui contar tudo, as coisas boas e também as ruins dessa mudança que fiz.
Bem, eu estava usando um tonalizante preto azulado já a uns 2 anos no meu cabelo e imagina um cabelo hidratado, sem pontas duplas, perfeitooo...era o meu com a tinta preta. Ele realmente estava um cabelo lindo só que meu cabelo natural é claro, um loiro escuro, e eu resolvi mudar...muitas me perguntaram se eu tinha enjoado do preto e eu discordei totalmente, porque eu AMO o ar gótico que o cabelo pretão tem e acho que daqui um tempo talvez eu volte pra essa cor.
Então, fui no salão porque fiquei com medo de fazer em casa, é um processo bem lento e bem complicado, se tu que tem o cabelo preto e quer ficar loira, vai ter que ter paciência e cuidado dobrado em questão de hidratação e tudo mais.
Na primeira vez, fui no salão, descolori 2 vezes e meu cabelo ficou assim:
*A foto foi tirada no sol por isso saiu bem ruivo mas na verdade ele ficou um ruivo mais escuro.
Já com esse processo de 2 descolorações ele ficou bem detonado sabe gurias, normal depois de passar por tanta química...daí foram umas 2 semanas de descanso e só hidratação. Voltei no salão depois dessa pausa e descolori outra vez, ficou assim:
*Tô horrível nessa foto mas pra vocês verem como que ficou a cor do cabelo tá valendo kkk...


Ficou mais claro, mas ainda num tom escuro e logo na outra semana eu ia viajar, gostei mais ou menos mas tive que me conformar porque não dá pra ficar descolorindo várias vezes é muito perigoso e nada saudável pro corpo...
Aí.. eu, como sou uma mistura de louca e corajosa me joguei em um salão em Montevideo kkkk...era tudo ou nada, o primeiro que eu bati o olho entrei e sei lá, sabe quando bate o santo? Deu tudo certo, me senti em casa, um casal muito querido me atendeu e aí aconteceu o seguinte, uma descoloração só nas pontas e mechas, feitas com a toca, olha o resultado:


Estou bem satisfeita apesar de ainda ter várias cores na extensão do cabelo, porém valeu muito a pena, eu tenho que agradecer ambos os 2 salões que me atenderam porque gente, o preto é foda, é uma cor muito forte e pra tirar então...é uma briga.
Tive muita sorte de ter encontrado um salão incrível em pampas uruguayos...kkkk amei amei amei mesmo! Bem, espero que tenham gostado da postagem e que eu tenha esclarecido algumas dúvidas pra tu que quer fazer essa transformação também...beijos gurias e boa sorte em questão de cabelos!!!

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Montando um altar Wicca


Oi gente, tudo bem? Recebi um comentário de uma leitora do blog me pedindo para fazer uma postagem sobre o altar wicca, que objetos pôr e tudo mais. Essa postagem ficou bem completa e bem informativa por isso ficou também longa, lembrando que eu acredito que não hora de montar teu altar não deve seguir regras, a criatividade e o teu gosto vem sempre em primeiro lugar, há muita gente também que diz que muitos objetos do altar devem ser ganhados, ou seja, alguém deve te presentear com eles, mas como não é tão fácil assim e é raro alguém aparecer com um cálice ou caldeirão de presente pra ti kkkk, hoje em dia é comum a gente mesmo comprar e consagrar. Vamos à postagem e espero muito que vocês gostem!!! ;)

Na Wicca usamos um altar como foco e também para estabelecer um espaço sagrado. É sobre ele que ficam os Instrumentos Mágicos, que são um conjunto de objetos ritualísticos com o qual o Bruxo trabalha e que são usados durante as cerimônias, quando realizamos um feitiço, consagramos um talismã, etc. O altar é o nosso portal de comunicação com os Deuses, é o nosso ponto de lucidez e magia por isso o altar deve ter a tua cara, os objetos que tu gosta e tudo do teu agrado pois ali vai ser o teu espaço místico.


O altar além de tudo, ele representa a natureza e os seus elementos , pois quando se fala na Wicca logo nos vem à cabeça a adoração da natureza em diferentes formas. Há também muitas dicas em relação à posição dos objetos no altar, que direção pôr e tudo mais, separei abaixo algumas informações que serão úteis porém não são regras:
O norte representa o elemento terra, o leste está ligado ao ar, o sul ao fogo e o oeste simboliza a água.
Um sino, tocado para marcar o início e final dos rituais, é colocado ao leste. O sino também é tocado para marcar momentos importantes dos rituais.



Fotos e objetos que possuem uma importância significativa para o Bruxo também podem fazer parte do altar de forma que seu pensamento seja remetido à momentos e pessoas que lhe tragam a sensação de felicidade e segurança.

Velas para representar a Deusa e o Deus também são dispostas na superfície do altar. As cores de velas mais usadas são o preto para representar a Deusa e o branco para o Deus, colocadas do lado esquerdo e direito respectivamente. Muitos colocam uma vela vermelha ao centro do altar representando a Arte e a face mãe da Deusa. Outras cores como o azul, prata e violeta também são usadas para simbolizar a Deusa e o verde, marrom e dourado para o Deus.

Geralmente o altar é disposto em uma mesa de madeira, já que ela é uma ótima condutora de energia além de nos ligar diretamente à natureza. No entanto qualquer espaço plano pode ser usado para montar um altar. Muitos estabelecem seu altar até mesmo no chão, acreditando que isso os coloca em contato mais direto com as forças telúricas.


Óleos mágicos, incensos, pedras também são encontradas com freqüência sobre os altares wicca.


E os objetos?

Cálice (taça ou copo): representa o elemento água, que pode usado com água de chuva, mineral, ou dependendo do ritual , pode ser usado vinho. Posição-oeste.

Athame (punhal): representa o elemento fogo, baseado no princípio de que a lâmina foi forjada no fogo e absorveu, consequentemente, o poder deste elemento. É usado nos rituais como direcionador de energia. Posição-sul.

Bastão Mágico (varinha): represente o elemento ar, partindo do princípio de que o bastão agitado contra o ar, "corta-o" e produz um som característico. Pode ser um simples pedaço de madeira ou algo mais sofisticado e tem quase a mesma função do Athame, ou seja, direcionar energia. Posição-leste.

Pentáculo: é um disco feito normalmente de madeira ou metal e possui um desenho de um pentagrama. Representa o elemento terra, também usado para consagrar ervas e carregar magicamente um objeto ou instrumento que precise de um dose extra de energia. Posição-norte.

Caldeirão: o Caldeirão de ferro tradicionalmente com três pés representa mudança, transformação, fertilidade e é tido como detentor de todos os conhecimentos do Universo .Simboliza o ventre da Deusa e é comumente utilizado no centro do Altar .Outras finalidades para o Caldeirão é que ele pode ser usado cheio de água para se trabalhar com a vidência, ou para se preparar poções. Também pode ser usado só para se misturar ou queimar ervas e outros ingredientes.

Vassoura (besson): é utilizada em ritos de purificação e é parente do Bastão. A vassoura não deve tocar no chão durante a varredura. Deve-se varrer a área desejada acima do solo, no ar, enquanto se visualiza a limpeza energética do local. Colocada atrás da porta, significa proteção contra qualquer tipo de mal. Alguns Bruxos usam uma pequena no altar.

Sinos: utilizado para dar início ao ritual, mudar etapas, para marcar um momento de maior concentração e para se finalizar o ritual.

Pentagrama: representa os cinco elementos da Natureza, água, fogo, terra, AR e o espírito. Significa entre tantas outras coisas o contato do homem com a Natureza.

Livro das Sombras (grimório): funciona como um diário Mágico onde o Bruxo anota todos os seus feitiços e prováveis resultados, sonhos, rituais, anotações em geral e todo tipo de informação que ele julgue importante.


Bolline (foice): Tradicional faca de cabo branco usada para colher ervas e afins. Ele é um instrumento opcional visto que muitos Bruxos usam o Athame para essa função.

Fonte: Old Religion / Wicca na Web -  Fotos: Tumblr

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Dica de filme: Easy Rider


A fim de ver um filme clássico de motoqueiros? Easy Rider, no Brasil lançado como ''Sem Destino'' é um filme de 1969, dois caras e suas motos, muita estrada pela frente, paixões,liberdade e paisagens incríveis. Vale a pena ver e vale também escutar a trilha sonora e viajar...
Já que fim de semana está aí, esse filme é uma ótima dica pra ver juntinho, debaixo das cobertas nesse inverno maravilhoso!  Espero que curtam ;)



Você sabia?


Quando adquirimos nossos Instrumentos Mágicos ou algum amuleto eles chegam a nós com diferentes energias absorvidas de outros lugares e pessoas com as quais tiveram contato.
Sendo assim, antes de fazer um altar com eles ou usar eles é necessário consagrá-los para que todas as influências negativas neles impregnadas sejam neutralizadas.
Por exemplo, se tu comprou ou ganhou um colar e agora ele é teu, para consagrar tu pode simplesmente banhar-se com ele, deixa ele sob a luz da tua lua, banhá-lo em alguma cachoeira, rio ou mar...
Para consagrar objetos para o altar, a dica é usar um incenso de um aroma que tu goste, uma vela, um copo com água e sal e um prato pequeno com um pouco de terra fresca. Distribua estes elementos em uma pequena mesa colocando a terra ao norte, o incenso ao leste, a vela ao sul e o copo com água ao Oeste. Eles representam os 4 elementos da natureza e nos ligam diretamente a eles. Assim pode-se dar início ao ritual de consagração, apresentando-se ao Deus e a Deusa e assim transformando os objetos em teus instrumentos mágicos.

Depois que terminar não esqueça de agradecer e vale lembrar que esse ritual vale não só apenas para os instrumentos mágicos mas também para consagrar anéis, pulseiras, colares, velas, pedras,
pingentes...

Viagem para Montevideo - Parte 1

Bah....juro que não via a hora de voltar pro Brasil gente, que saudade de vocês!!! Bem, quem acompanha o Santta, sabe que eu viajo todos os anos para Montevideo e esse ano não foi diferente. Acabei ficando um pouco mais de uma semana lá, e além de Montevideo fui para alguns lugares lá por perto. Costumo dizer que aquelas terras são mágicas, para quem não sabe Montevideo, capital do Uruguai tem um clima tranquilo, prédios e igrejas antigas, muitas praças, muita gente amorosa e muitas tradições.
É comum os habitantes, principalmente os mais velhos, passarem por ti e te desejarem ''buena suerte'', mais comum ainda é encontrar desde adolescentes até os mais vividos com uma cuia embaixo do braço tomando o bom e velho mate, passar a tarde sentados em praças, ou na rambla que é a beira-mar da capital lendo um livro ou conversando também, é muito comum. Lá as pessoas são menos estressadas, escutam músicas antigas o tempo todo, fazem e muitos sobrevivem do artesanato e cultivam suas próprias frutas e verduras. Lá também a maconha é liberada, então tu pode fumar nas ruas e praças sem problema, em algumas feiras na rua é comum ver muitos objetos à venda para se fumar maconha, entre eles: seda, cachimbos, bongs... Dessa vez não estava frio nos primeiros dias que estive lá, dava para sair de camiseta apenas, já nos últimos bah..a coisa tava ficando fria hein, muito vento e muito, mas muito frio!! Eu estou com muiitas fotos da viagem, resolvi dividir em partes, nessa primeira, vou mostrar uma pouco da cidade, algumas fotos aleatórias, nas outras, mostrarei as feiras, as cidades vizinhas, as compras...
Espero que gostem dessa primeira postagem e aguardem que logo terá mais!!! Beijos gente.

*Clique nas imagens para ampliar*


A viagem caiu justamente na fase cheia da lua, na foto abaixo, era de manhã cedo, lá pelas 6 da manhã, estávamos chegando em Punta del Leste e a lua cheia ainda estava no céu, de um lado ela, do outro o sol...um espetáculo!!!